Mas, para quê um ensaio sensual?

Estes dias, conversando com uma amiga acerca de fotografia, ela me perguntou o porquê de um ensaio sensual.

“eu não consigo entender isso. pra que fazer fotos assim? eu acho mais bonito um ensaio em um parque, ou algo assim…”.

A questão dela é a de muitas mulheres.

Por conta de uma educação repressora, as mulheres acabaram sendo ensinadas que elas não podem viver pra si mesmas. Elas tem que viver para a família, para o marido, para os filhos, e não para elas mesmas. Minha própria família ensinava isso – e olha que eu venho de uma família matriarcal, onde a chefe da família era minha vó.

Graças a Deus isto está mudando. Hoje as mulheres estão quebrando este ciclo, estão entendendo que elas podem ter escolhas. Não há nada de errado, absolutamente nada de errado mesmo em querer viver para o marido e os filhos, querer viver para a sua família. Mas isto deve ser uma escolha da mulher, e não algo imposto pela sociedade e pelo estado (que deveria gastar sua energia e nosso dinheiro – afinal de contas, pagamos impostos – em melhorar a vida da sociedade como um todo e não buscar seu bem-estar próprio). Da mesma forma que a mulher deve ter o controle da sua vida em suas mãos e poder escolher se quer viver para uma pessoa, para uma família, ou para ela mesma. Ela deve ser totalmente livre para escolher se deseja passar a manhã de domingo preparando um banquete para sua família, se manda o marido ou a companheira ir comprar comida, ou se pega sua moto e vai almoçar em outra cidade, sozinha. Ela é que deve saber se deseja ter fotos onde ela se veja linda e maravilhosa, ou pro namorado, ou pro marido, ou pra companheira, ou pra ela mesma.

A questão aqui é simplesmente esta: a mulher é que deve escolher o que deseja fazer. E não simplesmente aceitar as imposições externas, quer seja família, educação, religião, estado, ideologia ou qualquer outra que seja. Mesmo a moda não deve “mandar” na mulher, ela é que deve escolher se deseja seguir a moda ou não – e não há nada de errado em qualquer que seja a escolha dela. Ela simplesmente pode e deve escolher, e ponto final.

Respeito é a chave. Respeitar a todo mundo, inclusive as mulheres da sua vida.

Abraços a todos.

Vamos aproveitar suas escolhas e fazer um ensaio? Me escreva!